Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Criação do LabTech RS é destaque em maratona mundial de inovação no setor público

Equipe do governo estadual terminou em terceiro lugar em competição que reuniu participantes de 22 estados e quatro países

Publicação:

Design sem nome (18)
O servidor Gustavo Valdez (à esquerda) é o representante da Sict na equipe gaúcha - Foto: Priscila Ely Ascom/SPGG
Por Vagner Benites Ascom/SPGG com edição de Andielli Silveira Ascom/Sict

A criação do Laboratório de Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação do RS (LabTech RS) foi escolhido um dos três melhores projetos no iLabthon, a primeira maratona mundial para criação de laboratórios de inovação no setor público. O evento virtual, promovido entre 29 e 31 de janeiro pela rede Conexão Inovação Pública, do Rio de Janeiro, contou com a participação de 1,6 mil pessoas, divididas em 259 equipes de 22 estados brasileiros e quatro países. Ao final da maratona, a comissão julgadora, composta por especialistas em inovação do País, apontou o projeto da equipe composta por sete servidores da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict), Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), Escritório de Desenvolvimento de Projetos (EDP) e Procergs como o terceiro melhor da competição.

Na maratona, o projeto do Governo passou por duas etapas de avaliação. Após 133 equipes submeterem trabalhos completos, a comissão julgadora definiu 10 finalistas, que puderam apresentar mais detalhes das propostas. No caso da equipe gaúcha, a apresentação contou com a participação do secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal, que reforçou o comprometimento da administração pública para a transformação digital do Estado. 

Segundo o chefe da divisão de TI da Sict, Gustavo Valdez, a pasta de inovação tem auxiliado na articulação entre a quádrupla hélice gaúcha e o LabTech. “Conectaremos as redes de inovação ao projeto com o objetivo de potencializar o seu efeito sobre a Administração Estadual. No âmbito do iLabthon, foi um prazer participar e contribuir com o processo de ideação que consolidou a estratégia do laboratório”, destaca. 

O destaque no iLabthon é um endosso ao plano de criação do LabTech, que já está em fase de implantação pelo governo estadual. Liderado pelo Departamento de Governança e Inovação de Tecnologia da Informação e Comunicação (DGTIC) da SPGG, o projeto do LabTech foi iniciado em novembro de 2020 com o objetivo estimular a cultura de inovação em TIC no governo do RS, o uso de dados e tecnologias emergentes visando tornar processos simples e ágeis e, assim, aprimorar os serviços prestados ao cidadão. O laboratório contará com um espaço físico situado no Centro Administrativo Fernando Ferrari, com estrutura para fomentar o trabalho colaborativo, e uma plataforma digital, que garantirá a acessibilidade dos servidores a todo o ecossistema de inovação. 

Destaque nacional

Na mesma semana em que o RS foi apontado na pesquisa "Tendências na Transformação Digital em governos estaduais e no Distrito Federal do Brasil", do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), como um dos Estados mais avançados no processo de implantação da Transformação Digital (TD) na administração pública, o resultado na competição promovida pela rede Conexão Inovação Pública é mais uma validação importante ao trabalho desenvolvido e endossa a capacidade de planejamento do governo estadual. De acordo com o diretor do DGTIC/SPGG, Jeferson Padilha, mais do que o terceiro lugar no pódio, participar da maratona foi um passo fundamental para a união ao ecossistema de inovação do país no setor público.

"Este resultado mostra que estamos alinhados com o que de melhor está sendo realizado no país e nos torna uma referência importante de boas práticas para laboratórios de inovação, tudo isso de forma alinhada com a estratégia do governo para acelerar a inovação tecnológica no Estado", ressaltou.

Além do Jeferson e do Gustavo, a equipe gaúcha no iLabthon foi composta pelos servidores Lucas Benz e Dionatan Aristimunha (SPGG), Luciana Hahn (Procergs), Cristiane Chemello (Procergs) e Michelle Fonseca (EDP), mesmo grupo responsável pelo LabTech na administração estadual. Entre os prêmios da equipe estão a participação em cursos de inovação no setor público, sessões de mentoria e participação em eventos.

Ainda que a pandemia não tenha permitido encontros presenciais (o da foto que ilustra a matéria foi o primeiro), o trabalho constante da equipe deve permitir a implantação do laboratório até o final do primeiro semestre de 2021. Segundo o gerente do projeto, Lucas Benz, antes desse prazo ainda estão previstas a criação de um Conselho de Inovação em TIC para o Estado e a elaboração das políticas de inovação em TIC que servirão como guia para o trabalho na administração.


Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia