Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

SICT apresenta balanço de atividade realizadas em 2019

Publicação:

A Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia completou no dia 1º de janeiro de 2020 um ano de atividades voltadas ao Estado do Rio Grande do Sul. Ao longo dos últimos 12 meses, trabalhou em projetos que visam incluir a inovação no centro da estratégia de desenvolvimento e apoiar a evolução da matriz econômica do RS, conforme os novos desenvolvimentos tecnológicos e seus impactos na nova economia, baseada no conhecimento. Confira alguns dos destaques da pasta em 2019 e as perspectivas para 2020:

Estruturação da SICT

A gestão de pessoas para o desenvolvimento de habilidades e competências, centra-se no entendimento de que a qualificação e o bem-estar dos servidores é chave para o sucesso dos projetos do governo. Da mesma forma, a adequação do espaço físico da secretaria visa à criação de um ambiente diferenciado de trabalho para servidores e gestores públicos, calcado em princípios de autonomia, colaboração, conectividade, curiosidade e abertura ao processo de aprendizagem.

Ações 2019:

  • Realização da SICT Week: treinamento para servidores sobre inovação e visão de futuro da secretaria;
  • Recebimento dos servidores da CIENTEC, realização de entrevistas, treinamento e rodas de conversas para alocação do pessoal na estrutura do Estado;
  • Mapeamento de competências com avaliação 360;
  • Avaliação 360 dos projetos desenvolvidos na SICT;
  • Projeto arquitetônico do ambiente físico da SICT;

Prioridades 2020:

  • Mapeamento das competências da SICT;
  • Qualificação de servidores;
  • Redesenho das equipes;
  • Adequação da estrutura física da secretaria.

INOVA RS

O programa INOVA RS visa incluir o Rio Grande do Sul no mapa global da inovação e promover a inovação como estratégia central de crescimento econômico, a partir da construção de parcerias estratégicas entre a sociedade civil organizada, setores empresarial, acadêmico e governamental. É um dos projetos estratégicos da SICT com o objetivo de implementar a Rede de Ecossistemas de Inovação do RS, em 8 representações regionais, sendo: Metropolitana e Litoral Norte; Sul; Fronteira Oeste e Campanha; Central; Noroeste e Missões; Produção e Norte; Serra e Hortênsias; Região dos Vales.

Investimento em 2019: R$ 23.000,00 (Custeio – Tesouro Livre)

Impacto:

  • Lançamento do Programa INOVA RS;
  • Formação de 8 Ecossistema Regionais de Inovação, com a realização dos eventos
  • Marco Zero nas 8 regiões;
  • Formação de Comitês Estratégicos (8) e Técnicos (8), atendendo à todas regiões;
  • Realização do Evento Anual de Reconhecimento e Avaliação do Programa Inova RS;
  • 1.380 presentes nos eventos Marco Zero das regiões;
  • 7.000+ km rodados entre eventos marco zero e treinamentos;
  • 180+ municípios gaúchos envolvidos;
  • 2 municípios do Uruguai (“INOVA MERCOSUL”);
  • 16 comitês (8 estratégicos e 8 técnicos);
  • 1 mapeamento concluído;
  • 18 membros do conselho nomeados.

Prioridades 2020:

  • Consolidação dos Comitês Estratégicos e Técnicos;
  • Conclusão do Mapeamento dos Ecossistemas Regionais
  • Definição dos desafios regionais;
  • Formação da Mesa do INOVA RS e proposta de projetos prioritários para as 8 regiões.

Conecta RS: Conexão das Escolas Estaduais na rede de Internet de alta velocidade

É um projeto em parceria com a Secretaria de Educação e a PROCERGS, que tem como objetivo conectar as escolas da rede estadual de ensino à internet de alta velocidade e de qualidade. Dessa forma, pretende transformar o cenário de alunos e professores para que seja possível às escolas qualificarem os jovens para o mercado de trabalho da nova economia.

Investimento: R$ 609.000,00 (329.000 Custeio e 280.000,00 Capital)  *Recurso transferido para a Secretaria de Educação.

Impacto:

  • Compra de equipamentos de conectividade para o Projeto Conecta via Secretaria de Educação;
  • Instalação de Rede Wi-fi em 50 escolas estaduais de Porto Alegre, parceria com a PROCERGS;
  • Atualização da velocidade de acesso a Internet de 10mbps para 50mbps para as 50 escolas;
  • Realização do piloto em uma Escola de Porto Alegre;
  • Realização de 6 visitas técnicas às escolas;
  • Articulação com CEEE, RNP, RGE, PROCERGS, SEDUC;
  • Acordo de cooperação com a Fundação Lemann, para criar o Dashboard de indicadores do projeto conecta. 

Prioridades 2020:

  • Avaliar a primeira fase do projeto (escolas de Porto Alegre);
  • Expandir o projeto para outras cidades do RS;
  • Elaborar edital para compra de equipamentos de Conectividade para o RS.

Parcerias Estratégicas

O objetivo deste projeto é consolidar o RS como referência em inovação, ciência e tecnologia em nível global. A internacionalização de startups, ambientes de inovação, institutos de ciência e tecnologia, grandes empresas e do próprio governo constitui uma etapa essencial na construção de competitividade na fronteira tecnológica. O propósito da SICT é articular esses atores para desenvolverem e implementarem projetos estratégicos de inovação em parceria com instituições nacionais e estrangeiras, ampliando as conexões de nosso Ecossistema de Inovação em nível global.

Investimento: R$ 68.607,00.

Impacto:

  • Assinatura de Memorando de Entendimentos para a promoção de negócios de Tecnologia da Informação e cooperação técnica em governo digital com a Academia de Governança Eletrônica da Estônia;
  • Assinatura de Memorando de Entendimentos entre a AEL Sistemas e ELBIT para aumento das relações da empresa com o ecossistema de inovação do RS, com foco em tecnologia aeroespacial;
  • Reuniões estratégicas com Autoridade de Inovação de Israel.

Prioridades 2020:

  • Realização da Semana de Inovação e Cultura do RS e Suécia;
  • Ações em parceria com a Academia de Governança Eletrônica da
  • Estônia;
  • Ações em parceria com a empresa AEL Sistemas;
  • Organização de agenda para a realização de ações e de visitas técnicas estratégicas na área de inovação, ciência e tecnologia na Colômbia (Medellin), Canadá (Toronto), Itália (Clusters de Inovação na Emília Romanha) e Coréia do Sul;
  • Apoiar a organização de uma missão governamental e empresarial à China, em conjunto com a diretoria de Relações Internacionais da SEDETUR.

TechFuturo

O projeto TechFuturo vai desenvolver ações estratégicas e parcerias que promovam a conexão entre tecnologias portadoras de futuro e os setores estratégicos da economia regional, conforme previsto nas diretrizes estratégicas de inovação (2018-2028), aprovadas pelo Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, com o objetivo de transformar a matriz econômica do Estado em uma economia intensiva em conhecimento.

Impacto:

  • Workshop realizado na Expointer em 2019;
  • 10 Reuniões de articulação com o setor acadêmico e empresas;
  • Participação na avaliação do Edital Gaúcho de Inovação para a Indústria 2020 – Senai;
  • Termo de Cooperação com Senai/RS com a finalidade de promover parcerias conjuntas com o Projeto TechFuturo em tramitação;
  • ACATE - visita à ambientes de inovação de Florianópolis, como Sapiens Park, Acate e Celta em parceria com Procergs, Seplag e SGGE.

Prioridades 2020:

  • Apoiar projetos entre empresas e grupos de pesquisa;
  • Buscar investimentos e parcerias estratégicas;
  • Workshops setoriais e regionais;
  • Edital de Fomento * (necessidade de suplementação orçamentária da FAPERGS);
  • Cursos de capacitação – Profissões do Futuro.

Startup Lab

Busca desenvolver o ecossistema de inovação, incentivando a criação e o fortalecimento de startups em quatro dimensões: capacitação, fomento, conexão e exposição. Além disso, o projeto propõe a qualificação, com o objetivo de formar multiplicadores com foco no empreendedorismo intensivo em conhecimento – especificamente gestores e mentores dos ambientes de inovação e professores das universidades do RS.

Impacto:

  • Mapeamento das startups do RS: união de mapeamentos do SEBRAE, AGS, Semente Negócios e Reginp, das participações em eventos e do trabalho de pesquisa da equipe do projeto: 1246 startups ativas e 203 inativas;
  • Articulação e identificação dos atores do ecossistema;
  • Identificação das dificuldades das startups em relação à escalabilidade, apontada pelos fundos de investimento como impedimento para que recebam aporte.

Prioridades 2020:

  • Apoiar/articular a participação dos atores do ecossistema em eventos relacionados ao empreendedorismo intensivo em conhecimento;
  • Articulação/apoio nas ações de benchmarking entre os ambientes de inovação existentes;
  • Estímulo/apoio para realização de eventos na área de empreendedorismo, criatividade e inovação;
  • Criação de uma plataforma para a conexão/articulação das startups;
  • Apoio e participação em feiras e rodadas de negócios;
  • Edital de Fomento *(necessidade de suplementação orçamentária da FAPERGS);

Educar Para Inovar

O projeto, realizado em parceria com a Secretaria de Educação, visa à capacitação de professores de escolas estaduais como forma de aprimorar as habilidades dos estudantes da rede pública de ensino, focando no conhecimento e preparando-os para o mercado do futuro a partir da inovação tecnológica e do empreendedorismo intensivo em conhecimento.

Impacto

  • Sensibilização dos multiplicadores das 27/30 CREs - Coordenadorias Regionais de Educação, por meio da Sala Inovadora (20% das Escolas);
  • Levantamento de dados (número de escolas, número de alunos, participação em programas e projetos INOVADORES, EMPREENDEDORES E CRIATIVOS;
  • Alinhamento das Regiões do Projeto com as Regiões dos Projetos INOVA RS e CONECTA RS;
  • Classificação das escolas, em parceria com SEDUC (participação em projetos de robótica, espaços maker, número de alunos, escolas destaques);
  • Acompanhamento de definição das necessidades de capacitação dos multiplicadores (SICT/SEDUC para 2020);

Prioridades 2020 

  • Ações de sensibilização;
  • Validação dos parceiros como forma de multiplicação da Ciência da Computação – Eixo 1 – Pensamento Computacional (2021), Eixo 2 – Cultura Digital (2021) e Eixo 3 – Mundo Digital (2022);
  • Articulação SICT/SEDUC-SUEPRO e SENAI;
  • Edital para incubação de projetos de alunos dos Ensinos Fundamental e Médio;
  • Ampliar a participação do Projeto no Pacto Alegre;
  • Alinhamento do projeto com os comitês técnico e estratégico do INOVA RS;
  • Participação contínua da equipe do Projeto Educar Para Inovar no GT do Jovem RS/CEGIN-SEDUC, como forma de validar ações e subprojetos.

Confira o relatório completo   Relatório anual SICT 2019 FINAL (.pdf 2,73 MBytes)

 

Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia