Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Rede Sapiens é lançada em Porto Alegre

Iniciativa inovadora conecta universidades, empresas e sociedade e premia projetos de mestrado e doutorado

Publicação:

Sapiens
Lançamento ocorre nesta segunda-feira, 25 de novembro.
Por Camila Dilélio
Na próxima segunda-feira, 25 de novembro, ocorre na uMov.me Arena, o lançamento da Rede Sapiens – projeto que vai conectar o conhecimento produzido por mestres e doutores com as empresas e a sociedade. A iniciativa é do Pacto Alegre, com colaboração da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia do RS, da FAPERGS, da Reginp, da uMov.me Arena, de universidades gaúchas, entidades setoriais e empresas. O objetivo é valorizar a ciência do Rio Grande do Sul.
A proposta é simples: mestres e doutores gravam um vídeo de até três minutos com linguagem acessível sobre os resultados de suas teses e dissertações e submetem ao crivo da Rede Sapiens. Os vídeos ficarão disponíveis para todos os atores da quádrupla hélice da inovação (sociedade, governo, universidade e empresas). Assim, é possível viabilizar a aplicação prática desses estudos, aproximando universidade e mercado e evidenciando a produção científica dos acadêmicos do RS.
 
Com uma perspectiva colaborativa, a Rede Sapiens conta com apoio de dezenas de empresas e entidades que reuniram um aporte de R$ 35 mil para premiação dos estudantes em duas categorias – Prêmio Conexão com o Mercado e Prêmio Engajamento. Serão 10 mestres ou doutores e seus respectivos professores orientadores premiados em junho de 2020.
 
De acordo com Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me e criador da Arena uMov.me, espaço de inovação social em rede cujo propósito e articular a promoção do conhecimento, “ o propósito da Rede Sapiens é valorizar a ciência do RS, promovendo a conexão entre mestres e doutores com empresas que buscam inovação, assim como tornar acessível à sociedade o resultado dos estudos científicos, de forma que ela possa atuar na sua própria evolução. Existe muita riqueza nas nossas universidades, queremos evidenciar isso”.
 
Para Luís Lamb, secretário estadual de inovação, ciência e tecnologia do RS e curador da Rede Sapiens, o projeto está alinhado à nova economia, que é baseada em conhecimento. “O RS tem apenas 5% da população brasileira, possui 11,5% da produção científica do País e a segunda maior densidade de doutores do Brasil. Precisamos transformar essas contribuições acadêmicas em negócios e gerar riqueza e resultados para a sociedade. As nações mais desenvolvidas do mundo são as mais bem-educadas, as que utilizam conhecimento e inovação aplicada aos negócios. Precisamos nos adequar a esse modelo para evoluir nossa matriz econômica”, observa Lamb.
 
Odir Dellagostin, diretor-presidente da FAPERGS, acrescenta que apoia e participa da Rede Sapiens via FAPERGS, pois considera uma iniciativa que irá contribuir de forma muito expressiva para a disseminação do conhecimento produzido nas universidades. “Conhecimento é produzido a partir de projetos de dissertação de mestrado e teses de doutorado, muitos dos quais financiados pela FAPERGS. A Rede Sapiens preenche uma lacuna que é a divulgação do conhecimento fora dos muros das instituições científicas e tecnológicas, ou seja, para a comunidade em geral. A iniciativa poderá no futuro se expandir para o resto do país.
 
A rede Sapiens, um dos projetos do Pacto Alegre, faz parte de um conjunto de iniciativas que contam com o apoio da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia, e que visam tornar o Rio Grande do Sul um estado mais inovador, criativo e competitivo. Todos com o objetivo de contribuir para o aperfeiçoamento da educação, da pesquisa, e o crescimento econômico e social a partir do conhecimento e empreendedorismo. Como a Hélice, iniciativa da Randon, Marcopolo, Soprano e Florense, que já conta com outras empresas, em Caxias do Sul. O Instituto Caldeira, projeto em construção que vai integrar num ecossistema startups laboratórios empresas em Porto Alegre.
 
E Plataforma de Transformação, que está sendo desenvolvida pelo Grupo Amanhã, um dos apoiadores da rede Sapiens. A Plataforma vai reunir iniciativas portadoras de futuro, apresentar e ecoar o avanço das pesquisas e inovações, conectar pessoas e organizações em nível local e global. Suas ferramentas promoverão visibilidade, compartilhamento e conexão de conteúdos e inteligência coletiva - inclusive a rede Sapiens - como base para soluções criativas aplicáveis nos campos econômicos, social e ambiental. 
 
Serviço:
 
Lançamento Rede Sapiens  
Quando: 25/11, segunda-feira, às 9 horas
Local: uMov.me Arena (rua Prof. Cristiano Fischer, 464, Porto Alegre/RS)
Conheça mais a iniciativa.
Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia